2.png

CONHEÇA A HISTÓRIA DE NOSSO ALUNO GUSTAVO CANOVA

Gustavo Canova, de 16 anos, possui síndrome de Down e, atualmente, está cursando o 1º ano do Ensino Médio no Alfa Plus, vivendo normalmente a mesma rotina que seus amigos.

 

A decisão de colocar Gustavo no Alfa veio quando a unidade do Centro de Ponta Grossa ainda estava em construção. A princípio, os pais foram alvo de muito julgamento, já que todos tinham a ​visão de que o colégio seria uma escola voltada apenas para aprovações em vestibulares. Apesar disso, após uma reunião com os diretores da unidade, a família soube que podia confiar a missão de inclusão de Gustavo na rotina escolar ao Alfa.

 

Cláudia, a mãe de Gustavo, entendeu que, por mais que o colégio fosse reconhecido pelas aprovações em Medicina, também estimulava nos alunos a aceitação das diferenças, desenvolvendo o lado humanizado deles e, consequentemente, forman​do profissionais diferenciados.

 

Ela ainda contou que, em certo episódio, quando Gustavo teve uma crise de choro e saiu da sala, seus amigos foram peça fundamental para acalmar o menino. Ao retornar, Gustavo encontrou diversas frases dos amigos no quadro, que diziam o quanto ele era incrível e que todos o amavam. Uma atitude linda, que esperamos ver em nossos alunos e nos deixa muito emocionados e orgulhosos.

"O colégio o influencia de forma muito ​positiva, porque a gente nota no dia a dia a evolução da autonomia dele. (...) A gente sente que ele acorda animado para fazer as tarefas e, como ele se sente querido e amado pelos colegas e professores, é um ambiente bom para ele!"
– declara a mãe de Gustavo.

 

Nosso valor de Foco no Aluno está sempre acompanhando nossos jovens, mantendo-os motivados e satisfeitos. É muito importante para nós saber que Gustavo se sente bem e acolhido por todos​!

SITE_BG_TRAINEE_INSCRICOES.png

HISTÓRIA QUE ELEVA

Para acompanharmos a transformação na prática, criamos o "História que Eleva", uma iniciativa que compartilha trajetórias de sucesso, superação, desenvolvimento pessoal e profissional. Com ela, queremos valorizar aqueles que tiveram a vida transformada por meio da educação: nossos alunos, nossos colaboradores, nossos professores e tantos outros que estão ou passaram por aqui.

Não há como mensurar o impacto que a educação tem sobre a vida de alguém até que nos contem sua história. Por isso, reservamos este espaço para compartilhar o poder do trabalho que fazemos diariamente.

Esperamos que você goste da leitura tanto quanto nós gostamos de escrever sobre o assunto. 

Confira abaixo:

3.png

PENSI EM ISRAEL

"Hoje, po​sso dizer que, se não fosse pela ajuda do colégio Pensi, não estaria realizando o meu sonho."

 

Nossa História que Eleva de hoje começa com a declaração do nosso ex-aluno, Daniel Suzuki. Ele entrou para o Pensi em 2018, na turma de IME/ITA, em busca de novos desafios que o estimulassem a estudar ainda mais para alcançar os resultados que desejava.

 

Daniel passou para a primeira fase da Academia da Força Aérea e, com isso, soube que estava no caminho certo. No mesmo período, veio também a aprovação em um concurso da Fundação Estudar - que oferece apoio financeiro e mentoria para jovens que queiram estudar no exterior. Tudo estava indo como o desejado, mas o que ele não esperava aconteceu: seus planos mudaram! 
 

Ele decidiu seguir um novo rumo: estudar em uma universidade fora do Brasil. Todos os professores, coordenadores e diretores foram fundamentais durante todo o processo, desde a ajuda com as redações às cartas de recomendação. 

 

"Para que eu fosse estudar fora, eu tinha que ter boas notas nas provas específicas – os SATs II – de Matemática e Física. A preparação forte pela qual eu passei me deu o embasamento necessário para que eu gabaritasse as duas provas"
- contou ele.
 

O resultado veio no início de 2019, quando Daniel foi aprovado na Universidade de Tel Aviv, em Israel, para cursar Engenharia Elétrica e Eletrônica com 100% de bolsa pela Associação de Amigos Brasileiros da Universidade de Tel Aviv.

 

Esta trajetória é mesmo inspiradora e nos enche de orgulho!​

4.png

CONHEÇA A HISTÓRIA
DO ESDRAS COUTINHO!

A História que Eleva de hoje conta como as diferenças somam para nós! Esdras Coutinho é ex-aluno do Ideal e deficiente auditivo, o que não o impediu de realizar seus sonhos de ser atleta de natação e professor de handebol.

 

Antes de ser professor, Esdras foi aluno do Ideal de 2007 a 2009 e se sentiu acolhido por todos. Este acolhimento foi muito importante, pois outros colégios da regiã​​o o rejeitaram e o aconselharam a procurar uma escola "especial".

 ​​

"Falavam que tinham que me colocar em uma escola especial, m​​​as, aqui no Ideal, me aceitaram. Os professores me ajudaram para caramba, eles me davam muita importância", relembra o professor.

 

Quando se tornou parte da família Ideal, Esdras não deixou de ter o tratamento igualitário dos demais alunos, e os professores o repreendiam com frequência por sua bagunça em sala de aula e, com todo bom humor, o ajudavam sempre.

 

Atualmente, como professor, ele gesticula, corrige, aplaude e dá bronca. Seus alunos o respondem com gestos, acertam os lances, sorriem e enxugam o suor. Esdras é surdo, todos sabem, mas isso não é um empecilho, muito menos na quadra! Nosso ex-aluno faz parte de um time que se entende e, já acostumado, reconhece o ótimo professor que ele é.

 

A história de Esdras é mais um exemplo de que, quando há apoio, é possível realizar sonhos!

R. Rodrigo de Brito 13 - Botafogo, Rio de Janeiro - RJ

Entre em contato

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - White Circle

2020 ELEVA EDUCAÇÃO, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS